sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Espartame


4 comentários:

Paula_2700 milhas disse...

Pois é, pois é... mas no dia em que começamos a prestar atenção às letrinhas pequeninas das embalagens e procuramos saber o que está por detrás daqueles "palavrões" que só conseguimos ler sílaba a sílaba, tudo muda.

Os aromas apelativos, a espuma maravilhosa, etc etc, escondem muitas vezes químicos perigosos que depositamos pouco a pouco no nosso organismo e que, tanto quanto sei, não conseguimos eliminar. É assustador. Não foi por acaso que me comecei a dedicar à procura de alternativas naturais (e até caseiras)paraos produtos de higiene pessoal e limpeza.

Beijoca

Especialmente Gaspas disse...

Paula,
De facto preocupamo-nos tanto com umas coisas e tão pouco com outras! Se virmos um qq bicho passar em cima da comida, ou a deixarmos cair ao chão somos capazes de já não a comer, no entanto a grande maioria das pessoas não lê, nem sabe ler rótulos de produtos que escondem coisas bem mais perigosas... e não é só num produtos, componentes perigosos estão em cosméticos em comida, na roupa, em tudo... Podemos não conseguir evitar tudo, mas o que podermos evitar será certamente óptimo para a nossa saude!

Naná disse...

E é particularmente mais letal quando usado em café e bebidas muito quentes!

Bombom disse...

Mais grave ainda, a meu ver, é encontrá-lo nos mais variados remédios que somos obrigados a tomar, nos iogurtes açucarados e em todas as bebidas ditas "light".
Tive de deixar de comprar iogurtes açucarados porque me provocavam crises de hemorróidas. Só depois é que percebi porquê!O mesmo me aconteceu com certos medicamentos e com os edulcorantes substitutos do açúcar para quem sofre de colesterol (receitados pela médica).
Está tudo armadilhado!
O aspartame provoca lesões no cérebro, similares às da doença de Alzheimer.
Escusado será dizer que os eliminei da minha alimentação!
Bjs. Bombom